Nacionalização

Muitos componentes de máquinas e produtos não são fabricados em solo nacional, assim, para a sua aquisição é necessário realizar a compra do componente no exterior, fazendo com que na compra ocorra diversos problemas, como taxas cambiais, transporte, burocracia alfandegária e impostos para a nacionalização.


Para evitar todo o processo citado acima a empresa pode optar por fabricar a peça em território nacional. Para isso a primeira etapa da nacionalização é o modelo 3D, assim é possível realizar a usinagem, injeção, estampagem, impressão 3D entre outros processos de fabricação para a obtenção da peça física.


A Technosim possui Scanners 3D adequados para qualquer tipo de peça ou produto, podendo ser realizado na sede do cliente ou na sede da Technosim.

Esse processo consiste no Escaneamento 3D e no posterior modelamento 3D. No modelamento 3D se for necessário podemos alterar ou remover detalhes e regiões da peça, conforme a orientação de nossos clientes.

Temos uma equipe altamente gabaritada, trabalhamos com softwares licenciados e Scanners 3D de alta resolução e baixa incerteza.